Merda de abertura fácil

Agora as garrafas de vinho também com são de abertura rápida. Não são só as garrafas de cerveja. Tudo é abertura rápida. De consumo imediato. Momentâneo. Não sei se sou só eu, mas o vinho está no meu imaginário como um momento lento, de apreciação, cheio de romantismo até. Mas quem é que pode ser romântico se não perder algum tempo a abrir uma garrafa de vinho? Já não basta a invasão na vida dos outros e na nossa, que com a merda do facebook se faz num abrir e fechar de página? Já não basta o acesso rápido a todas as coisas na internet? Não basta as aplicações de encontros que fazem com que a vontade de conhecer alguém acabe com um dedo para a esquerda por causa de uma foto mal tirada? E quando se conhece alguém e a primeira coisa que se faz é fazer google do nome dele ou dela, ou investigar todas as fotos do instagram ou de outra merda de rede social qualquer. Porque não investir tempo a conhecer alguém? O que aconteceu ao fazer-se perguntas sobre o outro? Acabaram-se os momentos românticos, o tempo da descoberta. Agora sabe-se tudo no momento. E já ninguém se conhece devagar. Basta ir ao facebook ou fazer uma procura no google, e sabe-se praticamente a vida toda dessa pessoa. Os miúdos de 10 anos já não querem aprender a tocar guitarra, nem treinam horas e horas a fio. Aos 16 anos já ninguém se junta com os amigos nem tem bandas de garagem. Agora são todos estrelas de rock na Xbox e fazem todos tours mundiais com os amigos de merda virtuais. Tem de ser tudo instantâneo. Para quê perder horas por semana a aprender bateria quando se pode ter mil fãs novos todos os dias no mundo virtual? Aliás, ninguém tem tempo para aprender nada porque o tempo vai todo para as selfies para o instagram, ou o tempo desaparece a ver a vida dos outros passar no ecrã do telemóvel. É o mundo do resultado fácil, da abertura rápida, do final da linha. Já ninguém quer saber do caminho. Do antes, agora salta-se para o depois. Tenho saudades do durante. Já ninguém telefona aos amigos, agora fazem-se posts. Já ninguém pergunta ao pai ou ao amigo onde fica este ou aquele restaurante. Agora pergunta-se ao google. Merda de tempos acelerados. Por favor, tragam-me de volta uma garrafa de vinho com abertura lenta.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s