Merda das cunhas

É o que é: quando pensamos que a vida está a orientar-se e começamos a ver algum sentido naquele provérbio estúpido popular que diz que quando se fecha uma porta se abrem umas quantas janelas, verificamos que as portas que se fecham são mais do que as mães e as janelas estão todas perras, é preciso conhecermos quem arranje janelas como aquele tio do amigo da amante da Sara que anda na cama também com o primo Paulo, judgements aside pronto é esse mesmo, precisas de conhecer um Paulo que te saiba abrir umas quantas janelas à socapa, para além da própria Sara, e que durante o processo vá deixando pessoas com mérito de fora; porque sim, começo a perceber que o que me faltam são cunhas, vamos lá chamar os bois por bois e as grandes vacas por grandes vacas, falta-me o boi para me dar a cunha já que vaca não consigo ser; digo isto porque se me faltam as cunhas e se me falta sorte, não é por mérito que apanho nenhum comboio; talvez se vendesse a alma ao Paulo e o corpo fosse juntamente com ela, eu conseguisse chegar a algum lado em Portugal, é triste porque amo este país, é a minha casa e desde 2008 que me sinto mal-vinda, tive de ir procurar pão na Áustria, em Espanha, em Abu Dhabi e em Inglaterra, e agora que finalmente a filha pródiga tenta de novo voltar para casa, devia conhecer um Paulo, sim, esse mesmo: aquele gajo que anda na cama com a Sara também amante da amiga do amigo daquele tio que não tenho.

Uma opinião sobre “Merda das cunhas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s